A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, campo de beisebol e sapatos

Respire. Respire fundo. Vai dar certo! Todo mundo já escutou isto alguma vez na vida. Não é à toa. Porque sim, a resposta para muitas perguntas e problemas pode estar dentro de cada um. E a respiração é uma importante ferramenta para se chegar às mais diversas questões. Conhecedora do poder da respiração e de práticas meditativas, a psicóloga porciunculense Natália Guimarães nutre um desejo profundo e sincero de dividir seus conhecimentos com a população e levar o maior número possível de pessoas a conhecer essa poderosa ferramenta de autoconhecimento.

Para isto, a psicoterapeuta realizou um encontro na última sexta-feira (26) na Quadra de Esportes Ivon Mansur para apresentação e desmistificação das práticas meditativas. Trinta pessoas e diversos visitantes estiveram presentes e tantos outros estão interessados em conhecer mais a respeito do uso da respiração e da meditação em seu dia a dia.

Natália Guimarães explica que é preciso desmistificar essas práticas a fim de conscientizar a população sobre os benefícios da respiração consciente. “Algumas pessoas têm preconceito, sem ao menos conhecer, mas esta ferramenta é laica, não é vinculada a nenhuma religião. Ao entrar em contato com o eu interior, atento à respiração, inúmeros benefícios são alcançados. Não existe idade, local, credo, situação financeira. O benefício é para todos”, diz a psicóloga.

A noite de sexta-feira trouxe novidades e benefícios a dezenas de pessoas. Após a explanação da psicóloga, o professor Anderson Fernandez, de Itaperuna, conduziu a prática de yoga, desenvolvendo movimentos e posturas capazes de beneficiar a todos os participantes. O grupo ainda participou de uma dança circular, conduzida pela focalizadora Vera Betta (terapeuta holística e psicanalista). A dança circular valoriza todo tipo de virtude humana e tem como grande característica a união ao trabalhar a coletividade.

O que o projeto da psicóloga traz para Porciúncula é a possibilidade de tratamento e bem estar, muito além do medicamentoso. “Em qualquer lugar pode-se trabalhar a respiração consciente. Precisamos só vencer preconceitos para que a população não perca a oportunidade de conhecer uma ferramenta tão poderosa”, explica Natália.

A psicóloga, que já planeja outros encontros devido à grande procura, diz que esta é uma forma de ajudar a sociedade a se melhorar. “A sociedade está adoecida. Desejo estimular o autoconhecimento, o olhar para si, para o seu corpo, sua mente, para que as pessoas se vejam, se entendam e se cuidem”.

De uma forma abrangente, a terapeuta esclarece que práticas como essas são capazes de reduzir o stress e a ansiedade, melhora o sono, trabalha o espírito de liderança, desenvolve criatividade e inovação e proporciona equilíbrio físico, mental e emocional.

Então, inspire. Expire. Com atenção. O poder de transformação e bem estar está muito perto. Está dentro de cada um. Aprender a fazer bom uso desse movimento pode ser a chave para uma vida plena e saudável.

Rosimere Ferreira

Anúncios